Sunday, January 21, 2007

I'm still here

Não sei por quanto tempo estarei ausente. Até lá...



(Tom Waits/Kathleen Brennan)

You haven't looked at me that way in years
You dreamed me up and left me here
How long was I dreaming for
What was it you wanted me for

You haven't looked at me that way in years
Your watch has stopped and the pond is clear
Someone turn the lights back off
I'll love you 'til all time is gone

You haven't looked at me that way in years
But I'm...still...here

8 comments:

Anonymous said...

"Para quem ama, não será a ausência a mais certa, a mais eficaz, a mais intensa, a mais indestrutível, a mais fiel das presenças ?"

a mulher do lado said...

Foi ao encontro da tua Julieta? Não consigo imaginar tal amador sem o objecto amado...

Anonymous said...

Parece-me que a Julieta dele anonimamente identificada na mensagem da carta anterior tem dois amores. rsrsrs não me perguntem que eu não sei nada. Chama-lhe Instinto. eheheheheh

Aninhas said...

Credo...
Ausente??!?

Essa agora! Facha Bôr de voltar.
E depressinha.

:))
Bj**

Anonymous said...

Acho que nosso poeta que tantos nos mima a alma com as suas cartas de AMOR está a precisar de ser mimado, está a precisar de sentir que nos faz falta, e como tal que é AMADO ...

Por mim falo: fazes-me falta !!!

Ines Castro

Anonymous said...

"A falta de amor é a maior de todas as pobrezas"

VOLTA RÁPIDO PARA ME "AFOGARES" COM A TUA RIQUEZA ... antes que eu morra pobre ...

mulher "c"

ci said...

volta...sinto falta das tua palavras magicas...:)

beijinhos da ci

Anonymous said...

deixa-nos de espreitar e volta a invadir os nossos corações ...
IC