Friday, June 29, 2007

Eu acredito em magia

Meu Amor,

Acreditas em Magia? Naqueles momentos em que, por artes que tu e eu desconhecemos (desconhecemos?), tudo se transforma sem que sejamos capazes de dar por isso?

Agora imagina que lês e relês todas as cartas de Amor que aqui escrevi e que, de repente, num desses passes de magia, finalmente percebes que todas elas te são dedicadas. E que nesse momento mágico – pelo menos para mim – consegues sentir todo o Amor que eu sempre te quis enviar sem saber como. E que por um breve instante os nossos corações se tocam. Assim, à distância, sem que os nossos olhos sequer se cruzem.

Diz-me: o que farias? Ficarias lisonjeada e orgulhosa por seres a razão de todo este sentir? Serias capaz de me Amar de volta? Fugirias a sete pés deste louco apaixonado? Procurarias a minha boca sôfrega por te beijar? Rejeitarias este Amor honesto e desinteressado? Chorarias de comoção? Ririas de mim? Diz-me...

Todas as cartas que te escrevi (sim, te escrevi) encerram em si um pouco da minha Alma, muitos dos meus sentimentos, sonhos perdidos, beijos lançados ao ar, mãos estendidas, apelos, tantos apelos, abraços dados ao desbarato, promessas de Amor eterno. Tanta coisa deu origem a estas palavras, tantas coisas querem estas palavras dizer. E, no entanto, com o tempo as palavras passam, ficam gastas de tanto lidas, esquecidas mofam nos cantos, perdem-se no esquecimento daquelas que não foram por elas encontradas. Mas e tu? Tu, que és a sua verdadeira dona; tu, que és a razão de ser destas palavras; tu, que nasceste para ouvir da minha voz as mais belas declarações de Amor, que farás tu com esta Magia que te entrego agora de mão beijada?

7 comments:

Anonymous said...

No comments. Too lovely.

aanes

Fausta Paixão said...

eu?
eu, que procuro o amor e dele fujo, não sabendo de devo dar voz à emoção ou à razão... era capaz de querer conhecer quem tão bem escreve coisas do coração; e depois dava-lhe um beijo.

Nanny said...

Seria impossível não querer, no mínimo, conhecer o homem por detrás deste coração!

Ser alvo de tamanho amor e dedicação é, sem dúvida, avassalador...

Um beijo, poeta

Fofa said...

Devolver-te-ia todo esse amor... em dobro!

Bjo fofo

Peste said...

ng se conseguiria rir ou troçar dum sentimento tão belo e sentido...

seria com toda a certeza um momento de comoção.

Anonymous said...

Acredito em magia não na magia ilusória de um blog escrito a quem quer que o leia. A magia verdadeira, a que verdadeiramente nos faz vibrar é o da concretização e aprofundamento, o explorar a dois um só caminho. Assim, da forma como apresentas o amor, não passa dessa sensação efémera e sempre frustrante. Conheces a lenda de Sísifo?

Anonymous said...

Meu Amor,

Beijava-te sôfregamente com a promessa de amor eterno!

J.