Tuesday, April 10, 2007

Nem sempre penso em ti. Só quando existo...

Nem sempre penso em ti. Só quando existo...

Minha Querida, ai minha querida,

Tu sabes, tão bem quanto eu, o quanto sou exagerado, como transformo, quase sem o saber, um leve sentimento numa grande paixão. Tu sabes que para mim basta ouvir a palavra certa dita no momento apropriado para eu me cativar. Tu sabes quão grande é a minha sede pelo Amor. Tudo isso, que tu tão bem sabes, seria por si só suficiente para que eu me questionasse em relação aquilo que tu significas para mim.

Será do meu exagero? Do teu encanto? Da minha sede de Amor? Do destino? Do triste fado? Do acaso... como se o Amor fosse obra do acasso...

A verdade, minha querida, mesmo que possa nada ter de verdadeiro, é que estás permanentemente presente na minha vida, no meu pensamento, no meu coração. Em cada palavra que uso, em cada frase que procuro, encontro sempre o teu nome. Escondido, oculto, como se de uma assombração se tratasse. Em cada pedra do caminho sinto a tua presença, apareces nos meus sonhos, ouço a tua voz no vento que sopra ao final da tarde, sinto a tua mão a tocar-me através dos raios de Sol que me aquecem o corpo sem me tocar a Alma.

Percebo agora – já o tinha percebido mesmo que não o soubesse – que me acompanhas para onde quer que eu vá. Porque fazes parte da minha vida? Porque eu sou simplesmente exagerado? Porque aquilo que eu sinto por ti é aquilo a que chamam Amor eterno e verdadeiro? Porque me condenaste?

Eu só queria ser Amado. Como tantas pessoas o sonham. Não sou nem mais nem menos do que os outros. Queria poder fazer-te feliz. Queria fazer-te sorrir todos os minutos em que estivesse ao teu lado. Se eu estivesse ao teu lado...

Assim, limito-me a pensar em ti, a viver-te no meu pensamento. Não o faço por vontade, acredita. Faço-o porque já não me é possível viver sem ti...

6 comments:

João P. Pereira said...

Excelente.

Irritadinha said...

Parabéns, está divino. Peço desculpa por tardar a cá vir, após tantos e-mail's com o link para este cantinho. Feliz ou inflizmente vim após acabar as divagações pela blogsfera, talvez um dia volte.

Uma vez mais parabéns, e continuação de bons textos.

Peste said...

lindo coração... lindo sentimento :(

Just_me said...

lindo... é impossivel passar por aqui e não sonhar...
Adorei mesmo este teu cantinho...

;-))

Fausta Paixão said...

homem apaixonado!

ou à procura de paixão... o texto não tem destinatária específica.

Je-suis-snob said...

ok|! mais uma vez subscrevo em publico!

bjinhos,
aanes